Poesia "Viagem de volta" do livro "Basta! que falem as vozes" de Marcia Theophilo

Pelas sombras e luzes
a verdade de repetidas memórias
levantou-se devagar
o estio
e o som que vinha de dentro dela
se prolongava

uma parede cresce em sua frente
se abre
em vales de tempo sem compromisso

na viagem de volta
mãos ásperas de caminhos percorridos
as sete vidas mágicas numa energia antiga

mal dirigida
que lutam para atingir a quarta dimensão
dentro do anticotidianotrivial
como mastigar margaridas e despertar mortos
apesar dos braços cansados de mormaço pela
multiplicação dos peixes
fundindo pensamentos desconexos
impregnando de calor a nuca e as costas descobertas

Márcia Theóphilo, 1971

 

sucessiva precedente

sucessiva topo precedente

poesia Tupinambaspoesia Voando dentro da terra
precedente
sucessiva